quinta-feira, 28 de novembro de 2013

A Babá

Os alunos do sétimo ano do ensino fundamental apresentam uma peça de teatro na escola. O texto, escrito por eles, narra episódios da vida familiar. Uma das personagens é a babá que em dado momento diz: ‘adoro crianças, passo o dia todo com elas, tomo conta, ensino, lavo, alimento e no fim do dia entrego para a mãe, esperando meu salário, evidentemente!’. Em outra cena, uma personagem criança interpela a outra, sua amiga: ‘os empregados já ” tomaram conta” da sua família?’

As crianças e seus pais precisam de momentos de separação para que  possam se realizar num mundo que existe para além do lar, das relações familiares…

Entretanto, o que os alunos retratam é o domínio, a terceirização, a falta de legitimidade dos cuidados exercidos por essas substitutas das funções materna e paterna.

Orientar esse serviço é uma tarefa difícil e delicada, inevitavelmente a personalidade da colaboradora irá interferir na educação das crianças e quanto mais novas elas forem, maior será a influência.

É importante acompanhar de perto o trabalho da profissional  e ensiná-la a agir como uma representante autorizada dos valores, das palavras e desejos dos pais.  A pessoa que não se disponha a ocupar essa posição não é indicada para ser babá.

Fonte: Helena Grinover e Marcia Arantes
http://educareaquestao.com

Histórias pra boi pensar: três lendas africanas em cordel

A primeira lenda, "As cabaças mágicas", apresenta uma história do povo chaga, que vive atualmente na região de Angola. Changa é uma velha viúva que recebe dos espíritos da floresta a mais preciosa dádiva que alguém poderia receber: filhos.

Inspirado em um conto de tradição oral dos nupês, que habitam atualmente a Nigéria, a segunda lenda ("O julgamento de Gahiji") narra a incrível história de um caçador de bom coração que espera justiça em seu julgamento, organizado por um grupo de crocodilos.

Por fim, na terceira lenda ("A colheita de Kolapo"), originária do grande grupo étnico dos iorubás, na África Ocidental, um jovem sofre as consequências de seu eterno orgulho e prepotência.

Serviço:
Histórias pra boi pensar: três lendas africanas em cordel
Arlene Holanda
Ilustradores : Edu Palomin, Marco Antonio Godoy e Claudia Cascarelli

O dia "F" - Grupo Grapetes


O Grapetes, grupo formado por estudantes da Faculdade Cásper Líbero sob direção da atriz Mara Faustino, apresenta “O dia F”, uma comédia ambientada num colégio americano nos anos 1960. No elenco uma ex-aluna do Colégio Horizontes Uirapuru, Mariana R. Gonçalves.


Sinopse da peça:

Em Emerson High, todas as garotas só têm uma preocupação para o último ano: encontrar o par ideal para o baile de formatura. Enquanto as cheerleaders tentam chamar a atenção dos atletas, Délia faz de tudo para que Lizzy, Jane, Kitty, Charlote e Mary, as garotas do grêmio, não acabem sozinhas na noite mais esperada do ano. Os planos de Délia parecem caminhar rumo ao sucesso com a chegada de Dylan e Brent, dois jovens cadetes transferidos da Academia Militar. Porém, o que ela, nem ninguém esperava, é que ambos escondem um segredo.


Serviço:
“O dia F”
Dias 11, 12 e 13 de dezembro, às 21h
Teatro Maria Della Costa
Rua Paim, 72 – Bela Vista
R$ 10,00
Os ingressos podem ser adquiridos com os atores ou podem ser reservados pelo e-mail grapetes@gmail.com e retirados na bilheteria, meia hora antes, no dia do espetáculo.

terça-feira, 19 de novembro de 2013

20 de Novembro - Dia da Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra é uma data celebrada no Brasil no dia 20 de Novembro. Este dia está incluído na semana da Consciência Negra e tem como objetivo um reflexão sobre a introdução dos negros na sociedade brasileira.

O dia 20 de Novembro foi escolhido como uma homenagem a Zumbi dos Palmares, data na qual morreu, lutando pela liberdade do seu povo no Brasil, em 1695. Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares, foi um personagem que dedicou a sua vida lutando contra a escravatura no período do Brasil Colonial, onde os escravos começaram a ser introduzidos por volta de 1594. Um quilombo tinha a função de lutar contra as doutrinas escravistas e também de conservar elementos da cultura africana no Brasil.

Em 2003, no dia 9 de Janeiro, a lei 10.639 incluiu o Dia Nacional da Consciência Negra no calendário escolar. A mesma lei torna obrigatória o ensino sobre diversas áreas da História e cultura Afro-Brasileira. São abordados temas como a luta dos negros no Brasil, cultura negra brasileira, o negro na sociedade nacional, inserção do negro no mercado de trabalho, discriminação, identificação de etnias etc.


Em inglês, a tradução literal de Dia da Consciência Negra seria "Black Awareness Day". No entanto, nos Estados Unidos e Canadá existe o "Black History Month" (Mês da História Negra), que é celebrado todos os anos em Fevereiro.

Espaço virtual para a troca de conhecimentos em educação emocional

Uma área especialmente criada para crianças é a novidade do site da ASEC (Associação pela Saúde Emocional de Crianças), entidade responsável pelo programa de educação emocional “Amigos do Zippy”, no Brasil e parceira do Grupo A, desde 2005. Além de poderem baixar ilustrações das histórias do Zippy e seus amigos para pintar, as crianças ainda terão a oportunidade de escrever para outras crianças que participaram do programa em 43 cidades do Brasil, sobre o que aprenderam e como usaram em suas vidas as habilidades emocionais que desenvolvem.

Segundo a presidente da ASEC, Tania Paris, esse é um espaço para atender a demanda deles mesmos. "Ao saber que existe quase 1 milhão de crianças em outros 26 países que participam, muitas crianças pedem para se corresponder com elas. Mas a barreira da língua sempre atrapalhou as tentativas”, explica.   Segundo Tania, muitas já usam o site, enviando mensagens para contar que gostam das aulas, ou na tentativa de falar com o Zippy - um bicho-pau. Esse e outros personagens das histórias ensinam às crianças como lidar positivamente com sentimentos, comunicar-se eficazmente, fazer amigos, resolver conflitos, lidar com mudanças e perdas e outras habilidades que atuam como "fatores de proteção" para promover saúde emocional e torna-las mais aptas a lidar com problemas e crises na vida toda. "É natural que quando aplicam na prática o que aprenderam nas aulas - e se tornam mais bem sucedidas ao lidar com suas dificuldades - queiram compartilhar com outras. E agora que nossa população já é de mais de 191 mil crianças no Brasil, estamos empolgados em oferecer a elas esse espaço de manifestação”, comenta a presidente.

Para acessar a página, o aluno precisa pedir o login e a senha para o professor que está desenvolvendo as aulas na escola ou entrar em contato pela página "Fale Conosco" do site, para receber sua identificação. Tania ressalta que todos os comentários passarão por um mediador – um profissional da ASEC – sendo, desta forma, um local muito seguro para as crianças.

 “Ocasionalmente temos também contato com adolescentes que participaram do programa há anos e sempre ficamos felizes em constatar o quanto o desenvolvimento emocional que tiveram aos 6 ou 7 anos impactou suas vidas”, ressalta Tania que conta com as próprias escolas participantes, na divulgação aos alunos sobre essa nova ferramenta.

O site da ASEC é www.az.org.br  e o espaço para login e 
senha são encontrados na página inicial.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

50 grandes nomes da Educação

Dois livros com historia de grandes Educadores 

50 GRANDES EDUCADORES - De Confúcio a Dewey
A educação, inicialmente ligada à estética e à verdade, tornou-se, ao longo da história, um instrumento do saber. Vista como formadora moral dos homens e motor gerador de desenvolvimento da sociedade, a educação tem suas raízes no pensamento de grandes educadores do passado.
Como as idéias de Confúcio, Comenius e Martin Buber influenciaram políticas e práticas no campo da educação? Qual foi o modelo de escola proposto por Aristóteles? Ao reunir perfis dos principais educadores, de 500a.C. até os primórdios do século XX, este livro traz à tona a evolução da educação. Com informações biográficas, resumo e avaliações das principais realizações de cada pensador, além de uma lista das obras de destaque e sugestões de leitura, 50 GRANDES EDUCADORES é um guia abrangente e fundamental para educadores e estudiosos da pedagogia.

50 GRANDES EDUCADORES MODERNOS - De Piaget a Paulo Freire

Como a estrutura socioeconômica condiciona a educação? Qual é o papel do professor em tempos atuais? Como organizar e planejar a atividade pedagógica de forma prática e racional? De Susan Isaacs a Martin Heidegger, de Jean Piaget a Simone Weil, de Schwab a Elliot Eisner, passando por Vygotsky e Foucault, 50 GRANDES EDUCADORES MODERNOS abrange a influência, a importância e o caráter inovador do pensamento dos mais importantes educadores modernos, trazendo à tona questões intrínsecas à educação contemporânea. Elaborada de forma didática, a obra analisa criticamente as idéias dos personagens e revela as controvérsias e polêmicas atreladas a cada um deles. Além disso, destaca o perfil de Paulo Freire - um dos maiores pedagogos do século XX, cujas idéias revolucionaram o pensamento pedagógico universal.

Serviço:
50 Grandes Educadores - De Confúcio a Dewey
50 Grandes Educadores - De Piaget a Paulo Freire
Autor: Joy A. Palmer
Editora:  Editora Contexto


12 de Novembro - Dia do Diretor Escolar

O dia de hoje é na verdade um dia dedicado à valorização do profissional que está diretamente ligado à transparência das ações humanas diante do contexto educacional. O diretor escolar é aquele que devido a sua função, enfrenta pressão, resolve ou mesmo minimiza problemas e encontra soluções para suas decisões buscando a coerência, o bom senso e o equilíbrio para agir segundo o embasamento legal e os conceitos éticos que regem a ação educativa.

Que esta data sirva de reflexão para a valorização do papel do diretor escolar e que apesar do avanço tecnológico as pessoas descubram que o potencial humano jamais poderá ser substituído. Quanto mais os laços das relações humanas forem aproximados, maior será a chance, da aquisição do desenvolvimento intrapessoal dentro do contexto interpessoal.



terça-feira, 5 de novembro de 2013

Quando Mamãe Virou um Monstro




Ao receber a notícia de que os sobrinhos vêm lanchar, mamãe fica desesperada. A casa está uma bagunça, não há nada para servir para as visitas e a pobre mãe não sabe por onde começar... Enquanto isso, os filhos só pensam em brincar. Em vez de arrumar suas coisas, sempre encontram outras para desarrumar, um motivo para brigar e outro para chorar. De repente, uma coisa estranha acontece com Mamãe...

Ótima dica para as crianças entenderem como as mães se sentem quando não são ouvidas pelos filhos.




Quando Mamãe virou um Monstro
Joanna Harrison

Novo Espetáculo do Estúdio O Clã

Reminiscor


O Clã – Estúdio das Artes Cômicas, núcleo artístico da Cooperativa Paulista de Teatro, faz temporada de seu novo espetáculo adulto, Reminiscor, na sede da Companhia do Feijão a partir do dia 31 de outubro. As apresentações acontecem de quinta a domingo, até 24 de novembro.

O espetáculo Reminiscor foi concebido com simplicidade, potencializando a força das imagens que são evocadas por meio de uma linguagem fantasiosa e cúmplice do público e toda a trilha sonora é executada ao vivo, ampliando essa relação. O tema central da obra sensibiliza por se tratar de um pensamento ao qual todos compartilhamos: a questão da finitude do homem.

Os moradores da cidade mítica de Reminiscor enterram seu último filho, rememorando um antigo ritual no qual um amigo do morto chega à cidade para representar passagens da sua vida. Desta forma recontam e revivem suas histórias, para que não caiam no esquecimento.


Serviço:
Reminiscor
De: 31 de Outubro a 24 de novembro
Horário: Quintas, Sextas e Sábados às 21h e Domingos às 20h
Local: Sede Cia do Feijão
Rua Dr. Teodoro Baima 68, República, São Paulo, SP.
Telefone: (11) 3259.9086

Entrada: R$ 10,00 (Inteira) e R$ 5,00 (estudantes e idosos)

Castigo que não resolve

Ela já ficou de castigo várias vezes e continua repetindo os mesmos erros, não cumpre o combinado, é displicente, desrespeita os adultos, parece que gosta de provocar …’

Em um grupo de conversas sobre educação, o pai assim se refere às dificuldades que enfrenta com  sua a filha de doze anos.

A intenção dele, ao castigá-la, é torná-la responsável, respeitadora, mas não está conseguindo. Sente-se desafiado  e, querendo se impor, termina infringindo penas cada vez mais severas. Ocorre que a força de oposição e a desobediência da menina aumentam na mesma proporção.

Essas punições, impostas com ferocidade, fazem com que ela veja o pai como um opressor poderoso que precisa ser combatido. A situação desperta na menina muita raiva, e também muita culpa, pois ela gosta dele e quer o seu amor.

Ao sentir-se assim, a garota acaba provocando os castigos, afinal ela se convence cada vez mais de que é má e age como tal.

Ele, felizmente,  está percebendo esse movimento repetitivo, provocador, e começa a se questionar.  Esbarrou no seu próprio limite, não sabe mais o que fazer e reconhece que precisa aprender algo sobre castigos…

Agora tem chance de mostrar-se à filha como uma pessoa menos teimosa e impermeável. Poderá então oferecer-lhe esse exemplo e ajudá-la a diminuir a oposição que, do mesmo modo, ela teima em fazer.

As crianças precisam sofrer as consequências de seus atos, mas é da mesma importância que os adultos mostrem que também estão submetidos  a critérios  para educá-las.


Helena Mange Grinover - Psicologia Clínica; professora na UNIP e do Departamento de Psicanálise Instituto Sedes Sapientiae; Membro do Conselho do Instituto Zero a Seis. http://www.institutozeroaseis.com.br/


Marcia Arantes – Psicóloga; professora de Orientação Profissional - Faculdades Paulistanas; Trabalho de Promoção do Desenvolvimento Pessoal para Professores e Alunos do Instituto Europeo Di Design; Membro do Conselho do Instituto Zero a Seis. http://www.institutozeroaseis.com.br

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

25 de Outubro - Dia do Dentista

Comemora-se o Dia do Dentista em 25 de outubro, porque nesta data, em 1884, foi assinado o decreto 9.311, que criou os primeiros cursos de graduação de odontologia do Brasil, no Rio de Janeiro e na Bahia. Uma portaria do Conselho Federal de Odontologia tornou a data oficial para a comemoração do Dia do Dentista Brasileiro.

O dentista é o profissional que cuida dos dentes, gengivas e de alguns ossos faciais, como o maxilar. Até bem pouco tempo atrás, o dentista era temido pelo barulhinho amedrontador de seus instrumentos. Hoje, com instrumentos mais modernos, tratar de uma cárie já não assusta tanto. O tratamento pode ser feito até mesmo com laser. No entanto, muitas pessoas ainda preferem ficar longe de um consultório odontológico.

Além de tratar de cáries, o dentista é responsável por realizar a prevenção de doenças da boca e ensinar a correta higiene bucal. Quando especializado em ortodontia, o profissional realiza os procedimentos necessários para corrigir a posição dos dentes por meio do uso de aparelhos ortodônticos e quando necessários, por meio da extração de alguns deles. O dentista é responsável ainda por certos tipos de cirurgias faciais.



sexta-feira, 18 de outubro de 2013

18 de Outubro – Dia do Médico

O médico é um dos mais importantes profissionais presentes em nossa sociedade. Sua função está ligada à manutenção e restauração da saúde. Este profissional utiliza o saber específico, técnicas e abordagens que lhe permitem promover a saúde e o bem-estar físico, mental e social dos indivíduos.

O dia 18 de outubro é considerado o dia do médico em muitos países, como Brasil, Portugal, França, Espanha, Itália, Bélgica, Polônia, Inglaterra, Argentina, Canadá e Estados Unidos. Esta data foi escolhida por ser o dia consagrado a Lucas, o "amado médico", segundo o apóstolo Paulo.

Lucas teria estudado medicina em Antioquia, além de ser pintor, músico e historiador; um dos mais intelectuais discípulos de Cristo. A tradição de ter Lucas como o patrono dos médicos se iniciou por volta do século XV.


terça-feira, 15 de outubro de 2013

15 de outubro - Dia do Professor

No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Teresa de Ávila), Pedro I, Imperador do Brasil baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, "todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras". Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A ideia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima - caso tivesse sido cumprida.

Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia efetivamente dedicado ao professor.

Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como "Caetaninho". O longo período letivo do segundo semestre ia de 1 de junho a 15 de dezembro, com apenas dez dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.

O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, Piracicaba, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. A sugestão foi aceita e a comemoração teve presença maciça - inclusive dos pais. O discurso do professor Becker, além de ratificar a idéia de se manter na data um encontro anual, ficou famoso pela frase " Professor é profissão. Educador é missão". Com a participação dos professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a idéia estava lançada.

A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias".


Fonte:  Wikipedia

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Atrações especiais para a criançada

Sesc
A agenda infantil das unidades do Sesc, na capital e Grande São Paulo, neste 12 de outubro, está bem diferenciada. Acompanhando a campanha O que É o que É – Artes Para As Crianças, as unidades reservaram atividades especiais para os pequenos durante o fim de semana. São brincadeiras e atividades de artes visuais, cinema, circo, cultura digital, dança, literatura, música e teatro. 

Quem prefere desenhar pode participar gratuitamente da Oficina de Mangá que acontece todos os sábados, às 14h, com a especialista no assunto Mayumi Ito.



Há, ainda, três espetáculos infantis que rolam no Sesc Vila Mariana. Dentre eles, “A Princesa e o Dragão” é uma boa opção para os pequenos que gostam de teatro de bonecos. A apresentação acontece no dia 13, às 16h30.


O Sesc Vila Mariana conta com programação especial no mês de outubro, que varia entre oficinas de música e desenho, sessões especiais de animação, salas de leitura e apresentações teatrais. Até o filme “Frankenweenie”, do cineasta Tim Burton, é exibido.

A criançada que gosta de ver filmes de animação pode aproveitar a oportunidade de assistir a algumas produções de mestres do cinema mundial, como “Frankenweenie”, de Tim Burton, no dia 12 de outubro, às 14h45.

Confira a programação completa no site do Sesc SP


Parque do Ibirapuera
O Parque do Ibirapuera recebe o musical 'O Nome Dele É... Peixonauta', que traz aventuras do famoso peixinho da TV e reúne canções com coordenação musical de Paulo Tatit, do Palavra Cantada. O show, gratuito, acontece às 11h para a plateia externa do Auditório Ibirapuera.



Caixa Cultural
A Semana da Criança ganha programação especial na Caixa Cultural. Em comemoração aos 50 anos da Mônica, a baixinha, gorducha e dentuça mais famosa do Brasil, a garotada cinéfila pode aproveitar de 8 a 13 de outubro a mostra “Superfantástico! Festival de Cinema Infantil”, com exibições diárias.

Ao todo, são exibidos 14 longas-metragens e 10 curtas. A personagem homenageada marca presença nos longas “Cine Gibi 2” e “Cine Gibi 3”, e curtas “Mônica, a famosa”, “Turma da Mônica contra o Capitão Feio” e “Os brincos novos que a mamãe comprou”.

O festival leva para a tela do auditório da Caixa Cultural filmes aos quais o público em geral não teria acesso, com o objetivo de resgatar elementos genuinamente brasileiros, valorizando o folclore, a literatura e o imaginário infantil.


Fonte: CatracaLivre

Domingo MAM

  


Programação especial gratuita que propõe novas possibilidades de diálogo e interação entre familiares, crianças e amigos. Participe!
  
Serviço:
13 de outubro
Atividades gratuitas. Vagas limitadas
Informações: educativo@mam.org.br e 11 5085-1313

Distribuição de senhas com 30 minutos de antecedência

Rádio Liceu Santa Cruz

O Liceu Santa Cruz conta agora com uma rádio on-line para alunos e pais, com programação 24 horas liberada através da web. A novidade tem participação ativa dos alunos na escolha da programação. Além de música, a rádio tem ainda programação variada com assuntos ligados à educação e cultura.

Esta é mais ação de uma das escolas do Grupo A, que está sempre à frente ao levar informação e cultura a pais, alunos e educadores. Outro exemplo desta inovação é este Blog destinado ao público das cinco escolas que compõem o Grupo com conteúdo variado e aberto desde de 2012.


A Sombra – Uma Comédia Circense

Resgatar a comédia circense, gênero cujas raízes remontam às comédias da Grécia e Roma Antiga, e no Brasil tiveram destaque na primeira metade do século 20. Esta é a proposta do grupo Família Burg com o espetáculo “A Sombra – Uma Comédia Circense”, que fica em cartaz no Espaço Parlapatões até dia 30 de outubro.

Dirigida por Ésio Magalhães, esta divertida peça apresenta o palhaço Gonçalvez como um pai ciumento, que tenta impedir a qualquer custo que sua filha namore. Sabendo que seu pai não permitirá que se relacione, Julinda passa a namorar escondido o romântico Hugo Augusto. Eis que, num dia de azar, essa moça faceira recebe a visita de seu namorado... A partir daí, as mais inusitadas situações são criadas por Julinda para esconder Hugo Augusto do ciumento pai-palhaço.

Formada por Ivens Burg Cacilhas, Hugo Burg Cacilhas e pela atriz Joana de Toledo Piza, a Família Burg iniciou o percurso pela arte circense em 2001, através da pesquisa intitulada "A descoberta do Clown pessoal", orientada por Ricardo Pucetti, do LUME-TEATRO. Leris Colombaioni, tradicional palhaço italiano, foi outro nome de grande importância para a formação da identidade cômica da Família Burg. Entre os anos de 2007 e 2010, ministrou cursos na sede do grupo, contribuindo para o aperfeiçoamento do tempo cômico e agregando novas possibilidades ao repertório da companhia. Hoje, a Família Burg conta com cinco espetáculos em seu repertório: “Um Dia com a Família Burg”, “Piparote”, “Incantesimo”, “Agência Marinelli” e “A Sombra – Uma Comédia Circense”, que conta com apoio da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, através do Proac 08/2012.

 Serviço
 “A Sombra – Uma Comédia Circense”
Quando: até 30 de outubro, quartas, 21h
Espaço Parlapatões
Praça Roosevelt, 158 – São Paulo – SP
Informações: (11) 3258.4449

contato@parlapatoes.com.br

12 de Outubro - Dia das Crianças

No ano de 1924, o deputado federal Galdino do Valle Filho teve a ideia de "criar" o dia das crianças. Os deputados aprovaram e o dia 12 de outubro foi oficializado como Dia da Criança pelo presidente Arthur Bernardes, por meio do decreto nº 4867, de 5 de novembro de 1924. Mas somente em 1960, quando a Fábrica de Brinquedos Estrela fez uma promoção conjunta com a Johnson & Johnson para lançar a "Semana do Bebê Robusto" e aumentar suas vendas, é que a data passou a ser comemorada.


A estratégia deu certo, pois desde então o dia das Crianças é comemorado com muitos presentes. Logo depois, outras empresas decidiram criar a Semana da Criança, para aumentar as vendas. No ano seguinte, os fabricantes de brinquedos decidiram escolher um único dia para a promoção e fizeram ressurgir o antigo decreto. A partir daí, o dia 12 de outubro se tornou uma data importante para o setor de brinquedos no Brasil.

Fonte:Wikipedia

Cadê o pai dessa criança?

Pais ausentes, descomprometidos, perdidos em seus papéis. Nessa realidade contemporânea, se A culpa é da mãe, cadê o pai da criança?

Baseada em sua experiência clínica e em pesquisas diversas, Betty Monteiro aborda os conflitos familiares, os modelos inadequados de pais – ilustrados com casos clínicos – e dá sugestões para resgatar a identidade paterna e mostrar sua importância na formação dos pequenos.


Neste livro, a autora procura mostrar que, ao longo da história da humanidade, o homem quase sempre se furtou de participar da criação dos filhos, obrigando a mulher a cuidar de tudo sozinha e deixando as crianças em segundo plano. Partindo de sua experiência na clínica psicológica, a autora analisa tipos de pai da família contemporânea - como o ausente, o violento, o ansioso, o espertalhão, o depressivo - e deixa claro que esses modelos prejudicam o desenvolvimento afetivo e intelectual das crianças, impactando duramente sua autoestima. Com o objetivo de conscientizar os pais de sua importância na formação emocional e mental de seus filhos, Elizabeth dá dicas para aprimorar o relacionamento pai-filho e tornar a convivência familiar muito mais saudável e harmoniosa.

Título: Cadê o pai dessa criança?
Autora: Elizabeth Monteiro

Editora: Summus Editorial
Lançamento: 23/10/2013
Livraria Cultura: Shopping Market Place

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

04 de Outubro - Dia Mundial dos Animais

O Dia Mundial dos Animais surgiu em 1931 em Florença, Itália. A idéia inicial criada por ecologistas, era a preocupação com os animais em extinção. O dia não podia ser outro senão o 04 de outubro, dia de São Francisco de Assis, patrono dos animais e mais recentemente também patrono da ecologia, isto porque em todos os tempos foi o santo que mais entendeu toda a criação de Deus, desde as criaturas inanimadas até os animais mais perfeitos e belos. Com o passar do tempo, com o aprofundamento do estudo da ética e de várias ciências ligadas à natureza, a idéia de certa forma romântica do início, ganhou peso e base científica chegando no momento a ser encarada como uma questão de sobrevivência da humanidade. Não é mais possível desvincular a destruição do planeta ao uso da indústria de exploração animal.

Quanto mais o homem explora e destrói os animais mais a natureza castiga o homem. A devastação das florestas para cria de animais de corte provoca o desequilíbrio ambiental cuja resposta vem em forma de enchentes, furações, maremotos, degelo dos pólos e muitos outros flagelos semelhantes. A própria ingestão da carne dos animais provoca o maior número de doenças e morte e despesas imensas na área da saúde. De um lado, o homem comum, voltado para outros interesses, não passa nem perto desse entendimento e, portanto continua abastecendo-se de carne, por outro, a indústria milionária da carne e derivados, mostra em suas embalagens uma imagem romântica e bucólica de vaquinhas pastando tranquilamente no pasto. Jamais deixam transparecer os sofrimentos pelos quais esses animais passam e matadouros é uma palavra que não existe para essa gente.

Por outro lado, é cada vez maior em todo o mundo o número de defensores dos animais. Pessoas muito adiante em seu tempo, sensíveis, profundamente honestas consigo e com a criação. Cada uma a sua maneira, chegam a entender e participar da defesa dos animais, muitas delas inclusive com sacrifício de seus empregos, salários, família, e tudo mais em favor desse pensamento e maneira de ser voltado para a defesa desses nossos irmãos de outra espécie.


Fonte: www.aapanimais.com.br

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Dia Mundial da Música



O Dia Mundial da Música comemora-se anualmente a 1º de Outubro.


A data foi instituída em 1975 pelo International Music Council, uma instituição fundada em 1949 pela UNESCO, que agrega vários organismos e individualidades do mundo da música.

1º de Outubro – Dia do idoso

O Dia do Idoso é comemorado no Brasil no dia 1º de Outubro e tem como objetivo a valorização do idoso. Até o ano de 2006, esta data era celebrada no dia 27 de Setembro, porém, em razão da criação do estatuto do idoso em 1º de Outubro, o dia do idoso foi transferido para esta data de acordo com a lei número 11.433 de 28 de Dezembro de 2006.

O número e a proporção de idosos crescem rapidamente. Nas últimas três décadas, o número dobrou. Em 2050, a população mundial de pessoas com idade superior a 60 anos chegará a um total de dois bilhões, o que significará uma importante mudança no perfil demográfico do mundo, com consequências para todos. O dado que mais preocupa com o aumento de pessoas idosas é o número de abandonos em casa de apoio e asilos.

O Brasil ocupa a 31ª posição em um ranking de 91 países que mediu a qualidade de vida e o bem-estar das pessoas com mais de 60 anos, divulgado nesta terça-feira, dia internacional do idoso.

O levantamento Global AgeWatch Index 2013, foi feito pela ONG HelpAge International, que luta pelos direitos dos idosos, foi feito com base em dados de 13 diferentes indicadores relativos a quatro áreas consideradas chave: garantia de renda, saúde, emprego e educação e ambiente social.

Em cada um desses quesitos, os países receberam notas que variaram de zero (mínima) a cem (máxima). A média delas estabeleceu sua posição no ranking geral.
O Brasil, com nota 58,9, recebeu elogios no levantamento pela adoção do Estatuto do Idoso, aprovado em 2003.

O melhor desempenho do país se deu na categoria garantia de renda, ocupando a 12ª posição mundial. O ranking cita as transferências de renda implementadas pelo governo brasileiro como uma medida que ajuda a mitigar a desigualdade, que prejudica o bem-estar dos idosos.

Já no quesito emprego e educação, que analisou o número de pessoas entre 55 e 64 anos empregadas e o grau de instrução dos idosos, o país teve seu pior desempenho. O Brasil ficou 68º lugar, atrás de alguns de seus vizinhos, como Colômbia, Venezuela, Argentina e Uruguai.


Nas categorias saúde e ambiente social, o país obteve as 41ª e 40ª posições, respectivamente.

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Brincar Sozinho

Não sei o que meu filho tem, de uns tempos para cá não dá sossego. Por exemplo, ele adora brincar com os carrinhos e com uns bonecos...mas quer que eu fique sentada, olhando. Se eu me afasto um pouco, vou até a cozinha, lá vem ele atrás me chamando, 'maaãe!´.

Quando perco a paciência, falo que ele está grande e saio, chora bastante, desesperado. O que fazer, é pura manha?' Esta é a questão formulada por uma participante de nossos grupos de conversa com pais.

Fazer diferença entre manha e desespero pode ser um engano. O importante é o grau de sofrimento, e o fato da criança não conseguir fazer uma mudança nesta situação, que se repete sempre da mesma maneira.

É possível que o garoto sinta-se mal quando sua mãe se retira porque desaparece junto com ela o mundo criado por ele, em que os brinquedos têm vida e lhe fazem companhia. É um momento em que se perde certa capacidade de separação da mãe, necessária para dar estabilidade ao ato de brincar.

Em geral essa condição se estabelece em torno dos dois anos de idade. Sabemos, entretanto, que ao longo da infância, ou mesmo durante a vida, o olhar de alguém pode, eventualmente, tornar-se  de novo fundamental.

Caso seja possível, a mãe do menino deve garantir, por enquanto, sua presença nesses momentos, até que ele possa firmar um cenário com a imaginação, que não evapore quando ela se afasta. Daí então os brinquedos substituirão a mamãe...

Manter essa substituição é condição para aumentar a independência, enriquecer a criatividade para estudar, trabalhar, ter prazer na vida.

Helena Mange Grinover - Psicologia Clínica; professora na UNIP e do Departamento de Psicanálise Instituto Sedes Sapientiae; Membro do Conselho do Instituto Zero a Seis. http://www.institutozeroaseis.com.br/


Marcia Arantes – Psicóloga; professora de Orientação Profissional - Faculdades Paulistanas; Trabalho de Promoção do Desenvolvimento Pessoal para Professores e Alunos do Instituto Europeo Di Design; Membro do Conselho do Instituto Zero a Seis. http://www.institutozeroaseis.com.br

Palavra Cantada

O The Square Shopping inova e realiza o 1º Festival de Cinema e Música Infantil da Granja Vianna. Uma ampla programação de cinema e shows garante a alegria da criançada no mês das crianças. O  Festival  tem uma programação super bacana e a abertura será um show com a Palavra Cantada - imperdível!

Os shows musicais são gratuitos e as sessões de cinema custarão somente R$1,00 - os ingressos serão vendidos no dia do evento e a renda será revertida a uma instituição carente.

Programação

28/09 às 15h00: PALAVRA CANTADA
29/09 às 14h30: Banda Melodia Kids homenageia Galinha Pintadinha
06/10 às 14h30: Banda Melodia Kids homenageia Patati Patatá
13/10 às 14h30: Banda Melodia Kids homenageia Balão Mágico
20/10 às 14h30: Banda Melodia Kids homenageia Sítio do Pica Pau Amarelo
27/10 às 14h30: Banda Melodia Kids homenageia Saltimbancos

Veja programação completa em

A Criada Patroa - Praça Victor Civita

O espetáculo infantil A Criada Patroa é uma ópera cômica do italiano Giovanni Battista Pergolesi.

O enredo conta a história de Serpina e Vespone, dois criados que trabalham juntos e fazem de tudo para que Uberto, o patrão de ambos, se apaixone pela empregada. Direção cênica da Tulipa Produções Artísticas.



Serviço
A Criada Patroa
Palco da Praça Victor Civita
Data: 29 de setembro
Horário: 16Hs
Grátis

Informações: Praça Victor Civita

Shakespeare - Nas rimas do cordel

A fim de quebrar a redoma que insiste em manter o poeta inglês distanciado do grande público, o autor transporta de forma surpreendente para os versos do cordel onze clássicos da literatura universal: as tragédias Romeu e Julieta, Hamlet, Otelo, Macbeth, Rei Lear; as comédias Sonho de uma noite de verão, Muito barulho por nada, O mercador de Veneza, A megera domada, A tempestade; além do drama histórico Ricardo III.


Serviço
Shakespeare - Nas rimas do cordel
Autor: Stélio Torquato Lima
Ilustrador: Fernando Vilela


quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Velhos e Novos Desafios da Liberdade de Expressão

Em tempos de mídia ninja, black bloc e as mais variadas formas de manifestação instigadas pelas redes sociais, o Memorial da América Latina convida ao debate sobre “Velhos e Novos Desafios da Liberdade de Expressão”, que promove no dia 26 de setembro em conjunto com a organização internacional de Direitos Humanos, Artigo 19.

Os temas do seminário vêm ao encontro das atuais pautas que têm mobilizado as mais diferentes correntes de pensamento da mídia nacional. Por isso, é um prato cheio para ajudar a entender por que problemas antigos como a censura e a violência contra jornalistas e comunicadores ainda persistem em nossa sociedade, mas agora aliadas a novos desafios impostos pela era digital.

Os organizadores do evento pretendem envolver o público na sobre o atual estágio das lutas dos movimentos sociais pela garantia da liberdade de expressão no Brasil e na América Latina, como também pretendem congregar e articular diferentes atores, inclusive com palestrantes vindos do Equador, México, Chile e Argentina, a fim de gerar sinergia e futuras parcerias para enfrentamento desses desafios.

Serviço:
Velhos e Novos Desafios da Liberdade de Expressão
Memorial da América Latina - Barra Funda
Inscrições gratuitas online: www.memorial.org.br
Informações: brasil@article19.org
(11) 3823-4764 / 4780 – eventoscbeal@memorial.sp.gov.br



quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Contatos com a arte - Para professores, educadores e estudantes

O Contatos com a arte fomenta a formação cultural dos participantes como
espectadores e multiplicadores das diferentes expressões artísticas exibidas no MAM.

Encontro com a curadora Veronica Stigger
14 set (sáb), 13h30 - 15h30

A curadora da exposição Maria Martins: metamorfoses, Veronica Stigger apresentará
a trajetória artística da artista a partir de sua produção escultórica e literária, além de seu interesse pela Amazônia - diálogo com a modernidade brasileira, e a natureza como modelo para suas metamorfoses.
Atividade gratuita. Vagas limitadas.

Serviço
O MAM
Parque Ibirapuera, portão 3.

Inscrições educativo@mam.org.br ou 11 5085-1313.

Programação especial no SESC Pinheiros

Em setembro, o SESC Pinheiros promove uma grande festa circense comemorando com a Cia Suno seus 15 anos de Palhaçada
  
A companhia apresentará os dois espetáculos festivos de seu repertório: “Cortejo Suno” e “Cabaré Cia Suno”

Composta pela atriz Helena Figueira (CPT/ École National du Cirque Annie Fratellini) e pelo artista acrobata Duba Becker, a Cia Suno mescla a riqueza poética do circo com a linguagem teatral, em espetáculos de estética híbrida e lúdica, que trazem consigo beleza e leveza, traduzidas na dança, números de riscos, contorção, mágica, mímica, palhaçadas, malabarismos e acrobacias.

Após apresentar todo seu repertório no SESC Consolação nos meses de junho e julho, e realizar uma curta temporada de “Carpinteiros em Domicílio” no SESC Vila Mariana em agosto, a companhia apresentará dois dos doze espetáculos que fazem parte do seu repertório durante todo o mês de setembro, no SESC Pinheiros.

Cortejo Suno
Uma palhaceata festiva. O espetáculo vem em forma de cortejo e é formado por uma banda com dois palhaços, um augusto músico e um branco na perna-de-pau tocando caixa, uma bailarina e um acrobata maestro. O grupo demonstra algumas habilidades circenses com música ao vivo, entre elas: acrobacias em dupla, equilibrismos, mágicas e malabarismos, tudo com um toque de humor. Com: Duba Becker, Aldo Junior, Fernando Proença e Helena Figueira.

Cabare Cia Suno
Durante 1h20, artistas convidados apresentam seus números, com a Russo Jazz Band executando as músicas ao vivo. Entre os números apresentados, há rola-rola, tecido, contorcionismo, números de malabares com objetos do cotidiano, esquetes de palhaços, malabarismos com chapéu, entre outros. Dias 14, 21 e 29 de setembro, às 16h. Duração 01h20. Classificação: livre. Grátis.
  
Serviço:
Sesc Pinheiros - Praça
R. Paes Leme, 195 - Pinheiros, São Paulo
Tel. : (11) 3095-9400

domingo, 1 de setembro de 2013

Dia 1º de setembro Dia do Professor de Educação Física



A Educação Física é uma das áreas do conhecimento humano ligada ao estudo e atividades de aperfeiçoamento, manutenção ou reabilitação da saúde do corpo e mente do ser humano, além de ser fundamental no desenvolvimento do ser como um todo. Ela trabalha, num sentido amplo, com prevenção e cura de determinadas doenças humanas num contexto terapêutico e também é fundamental na formação básica do ser humano, devido sua atuação no contexto psicossocial no conhecimento corporal (conhecimento do próprio corpo) suas possibilidades de ação e suas limitações.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Primeira biblioteca infantil multilíngue da América Latina

Imagine poder entrar em uma caixa de brinquedos. Com estrutura de madeira, logo nos primeiros passos já se veem uma poltrona decorada por bichinhos dos Irmãos Campana e um pufe colorido de Marcelo Rosenbaum. E depois pelúcias, instrumentos musicais, pequenas mesas e uma TV que só passa desenhos. Em toda a lateral, muitos livros distribuídos em boxes – alguns até com fundo de led que troca de cor. Assim é a Biblioteca Infantil Multilíngue, inaugurada no início deste mês na Belas Artes. Entre seus 11 000 exemplares, estão dez idiomas como inglês, espanhol, francês, chinês, russo, bósnio e também português.

O espaço foi idealizado pela jornalista Duda Porto de Souza, que angariou doações até montar todo o acervo. Ele inclui raridades como uma versão de O Patinho Feio, em preto e branco e com capa em relevo, de 1986. Uma edição sofisticada de A Invenção de Hugo Cabret (2007) também chama a atenção dos visitantes. As belas ilustrações da história que foi parar no cinema em 2011, em filme homônimo, são uma atração à parte.

Nos setores especializados, uma prateleira abriga quinze unidades de O Pequeno Príncipe, em português, francês e inglês. Logo ao lado, fica o cantinho da acessibilidade, que traz obras em braile. Podem ser encontrados ainda um livro todo dedicado à vida de pintores como Portinari, material religioso para crianças e encadernações emborrachadas para bebês. Além disso, uma gibiteca com edições da Turma da Mônica foi doada por Mauricio de Sousa. Ziraldo, Ruth Rocha e outros autores também enviaram à biblioteca suas coleções infantis completas.

O clima de descontração do local se completa com os 500 brinquedos educativos e instrumentos, que podem ser usados durante a leitura. “A ideia é mostrar que ler também é diversão”, diz Leila Rabello, 50 anos, gerente do Centro Gestor de Informação da Belas Artes.

Uma programação especial, com contação de histórias e oficinas de xadrez e pintura, será em breve uma rotina às sextas e sábados pela tarde.

Para levar um livro para casa, bastar fazer um cadastro pessoalmente, levando a cópia de um documento e comprovante de endereço. Gratuitamente, o usuário pode usufruir do exemplar por quinze dias e renovar quantas vezes quiser, caso não haja reserva do mesmo livro.

Serviço:
Infantil Multilíngue
Centro Universitário Belas Artes de São Paulo
Rua Doutor Álvaro Alvim, 90, Vila Mariana


Fonte: vejasp.abril.com.br